Qual o significado de TI? O que fazem os profissionais da área?

Atualmente ouvimos muito falar em Tecnologia da Informação, nossa famosa TI, mas agora te pergunto: Qual o significado de TI? Você sabe explicar a importância desse setor? 

É justamente sobre isso que trataremos ao longo deste artigo. Vem com a gente. 

Qual o significado de TI?

TI é a sigla de Tecnologia da Informação, que vem do inglês Information Technology (IT).

Tecnologia da Informação é um conjunto de atividades e soluções que pertencem ao mundo da informática, muito utilizado em armazenamento, transmissão de dados e acessos à rede e produção de arquivos/sistemas. 

Usaremos a definição de Gartner, grande consultoria mundial do setor tecnológico, para deixar ainda mais claro qual o significado de TI: 

“Esse é um termo comum para definir todos os recursos de tecnologia para o processamento de informações, incluindo softwares, hardwares, tecnologias de comunicação e serviços relacionados.”

Dentro de uma empresa, usamos suas soluções diariamente, desde o acesso de um computador em rede para outros lugares, onde é possível gerenciar dados, à transmissões e acesso a sites e navegadores. 

Podemos dividir o setor de TI em três áreas: 

  • Bancos de dados: atuam os especialistas em servidores e os administradores de banco de dados.
  • Softwares: atuam os desenvolvedores e programadores.
  • Infraestrutura: atuam o suporte técnico, os analistas e administradores de rede e os profissionais em assistência técnica. 

O leque de subdivisões do TI é bem grande, e uma divisão ou subdivisão não funciona corretamente sem a outra.

História da TI

De acordo com Keen o desenvolvimento da TI pode ser dividido em quatro períodos distintos:

Era do processamento de dados

Foi na década de 60 que os computadores começaram a se tornar importantes para as empresas, apesar de ainda serem bastante limitados. O TI, na época, tinha como principal foco o processamento de dados. 

A ação acontecia em salas específicas, que receberam o nome de Centro de Processamento de Dados, responsáveis pelo tratamento das informações. Relatórios eram produzidos a partir de sistemas ligados ao computador central.

Era dos sistemas de informações

Não demorou para que fossem desenvolvidos recursos para aprimorar o uso da Tecnologia da Informação conforme se dava até então. Em meados da década de 70, começaram a ser desenvolvidas tecnologias para transformação de dados em informações, além de recursos para adequação dos sistemas às necessidades de cada empresa. 

Apesar de permanecer ainda a extrema centralização, o terminal se tornou mais flexível, permitindo o processamento simultâneo de diferentes tarefas por vários usuários. Tais mudanças impulsionaram ainda outras inovações, conhecidas como “sistemas de apoio à decisão”.

Era da inovação e vantagem competitiva

A partir da década de 80 os microcomputadores tornaram-se realidade, o que levou a popularização do TI. Com a redução de custos, os gerenciadores de banco de dados para PCs e softwares logo dominaram o mercado. 

Nesta fase foi desenvolvido o Centro de Suporte ao Usuário, conhecido como Help Desk, possibilitando aos usuários o esclarecimento de dúvidas ou até mesmo consultoria. 

Embora os avanços tenham sido consideráveis, ainda havia grande dificuldade de interação entre os computadores, tornando a busca pela descentralização mais forte a cada ano. 

Era da reestruturação dos negócios e integração

Segundo Keen, o quarto período é o dos sistemas abertos, da integração e dos modelos, que se tornam essenciais e resolvem o problema da incompatibilidade, facilitando a troca e acesso às informações. 

A transformação tornou-se acelerada nas décadas seguintes e as ferramentas de TI se tornaram globais, mudando significativamente o mundo dos negócios, isto é, se tornando indispensáveis. 

Leia também: 

Como criar e implementar uma estratégia de WiFi Marketing

9 opções de chat corporativo open source e vantagens do chat comercial

WhatsApp para empresas: versões, tipos de contas e cuidados

Hotspot Social: o que é e como instalar em minha empresa

O que fazem os profissionais em TI?

Qual o significado de TI

Os profissionais do setor de  TI atuam de forma direta na organização, transmissão e administração de redes em empresas de pequeno, médio e grande porte, em escolas, faculdades, órgãos públicos, lojas, shopping, ou seja, onde precisar existir algum tipo de ambiente tecnológico do mais simples aos mais complexos.

Eles são os responsáveis pela parte de softwares, hardwares, informática e engenharia de software, atuando de maneira estratégica em prol das organizações. 

De forma resumida, podemos dividir as áreas de atuação dos profissionais em TI em: 

Infraestrutura: monitorar o funcionamento de todos os equipamentos da organização e assegurar o desempenho de cada um deles. 

Software e Sistemas: certificar a qualidade e eficiência das soluções necessárias à empresa.

Banco de Dados: gerenciar todos os dados de um negócio de modo a garantir a integridade e a segurança das informações. 

Segurança da Informação: assegurar a disponibilidade e confiabilidade das informações.

Administração de Redes: instalar e configurar redes necessárias para conexão e bom funcionamento de equipamentos.

Programação: desenvolver e realizar a manutenção dos softwares usados por empresas.

Cloud Computing: ajudar a empresa a desfrutar de todos os benefícios do armazenamento em nuvem com segurança e de forma a atender suas necessidades.

Por que a TI é tão importante?

Agora que você já sabe qual o significado de TI e conhece bem a atuação dos profissionais da área, que tal falarmos um pouco mais sobre a importância desse setor? 

Independente do tamanho de uma empresa e do seu mercado de atuação, um departamento/profissional de TI é importante para que operações se mantenham funcionando, mais do que isso, funcionando de forma segura. 

A tecnologia da informação está presente em atividades rotineiras do dia a dia de uma empresa, como numa troca de e-mails entre colaboradores e parceiros. Também em situações mais complexas, em softwares robustos utilizados para gestão de diferentes departamentos dentro de uma empresa.

Vamos utilizar um exemplo simples para você entender melhor a relevância do setor.

Pense em uma loja. Imagine que essa loja não tenha um ambiente tecnológico saudável, ou seja, que não tenha profissionais em TI atuando para proporcionar melhorias, reparos e monitoramentos. 

Essa loja terá não um, mas sim vários problemas que vão desde a lentidão nas estações de trabalho (gerando assim lentidão ou desistência nas vendas) até uma invasão causada por hackers a fim de roubar informações importantes como senhas bancárias, um diferencial que sua loja pode ter, seu quadro de clientes etc.

Por outro lado, se essa loja conta com uma empresa especializada em TI proporcionando melhorias, reparos e monitoramentos, ela terá computadores mais rápidos (gerando assim um ambiente de vendas rápido e dinâmico, ou seja, mais vendas), não passará por transtornos como invasões, roubos de senhas… 

Dentre outros benefícios como, por exemplo, ter um consultor para sanar dúvidas em tempo real, técnicos a sua disposição para que os problemas sejam resolvidos de forma rápida e eficiente, ter sua empresa cada vez mais inovadora e segura, e muito mais. 

Precisamos admitir que o investimento em TI é fator decisivo para os negócios que pretendem continuar competitivos e inovadores, ou seja, contar com profissionais especializados fará uma enorme diferença para os resultados da sua empresa.

Falando em tecnologia, leia também: O que é Hotspot Social? 7 motivos para utilizar essa tecnologia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Webinar 100% Online e Gratuito 28/06/2022 às 20h

Wi-Fi Marketing para
Provedores de Internet e Profissionais de TI

Vinícius Vicente Alves Terçariol

Vinícius Vicente Alves Terçariol

Diretor de Tecnologia

Ana Paula Alves Terçariol

Partner Channel Development

Garanta a sua vaga agora mesmo!

✅ Ao continuar você aceita receber contato e a Política de Privacidade.

🔒Fique tranquilo, seus dados estão seguros.