fbpx

Com o 5G entramos na hiperconectividade!

A hiperconectividade e a IoT (Internet das Coisas) devem aumentar consideravelmente, impulsionadas pela 5º geração, que é a geração das tecnologias e padrões de comunicação wireless (sem fio), o 5G, infraestrutura de comunicação e dispositivos de maior volume e menor custo.

Compartilhe nas redes sociais:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A hiperconectividade está se expandindo rapidamente: mais de 4 bilhões de pessoas em todo o mundo estão usando a Internet; mais de 5 bilhões de habitantes agora têm um telefone móvel, há 3,2 bilhões de usuários ativos de mídia social em todo o mundo, crescendo a uma média de 11 novos usuários por segundo em 2017.

A hiperconectividade e a IoT (Internet das Coisas) devem aumentar consideravelmente, impulsionadas pela 5º geração, que é a geração das tecnologias e padrões de comunicação wireless (sem fio), o 5G, infraestrutura de comunicação e dispositivos de maior volume e menor custo, além da melhoria da velocidade, espera-se que a tecnologia libere um enorme ecossistema de 5G IoT (Internet das Coisas), onde as redes podem atender às necessidades de comunicação de bilhões de dispositivos conectados, com as compensações certas entre velocidade, latência e custo.

Em 2025, poderá haver quase 1,4 bilhão de conexões em todo o mundo, ante cerca de 200 milhões de conexões 5G em 2021. 

Os benefícios da computação de alto desempenho foram levados a todos, diretamente em seus dispositivos conectados e a IoT (Internet das Coisas) é considerada um dos facilitadores de uma sociedade hiperconectada.

5G

A tecnologia 5G é impulsionada por 8 requisitos de especificação:

  1. Taxa de dados de até 10 Gbps -> melhoria de velocidade de 10 a 100x em redes 4G e 4,5G
  2. Latência de 1 milissegundo
  3. 1000x largura de banda por unidade de área
  4. Até 100x o número de dispositivos conectados por unidade de área (em comparação com 4G LTE)
  5. 99,999% de disponibilidade
  6. 100% de cobertura
  7. Redução de 90% no uso de energia da rede
  8. Bateria de até 10 anos para dispositivos IoT (Internet das Coisas) de baixa potência
5G

O quanto o 5G é rápido?

A velocidade de 5G chega a 10 gigabits por segundo (Gbps).

5G é 10 a x100 mais rápido do que o 4G .

O uso de frequências mais curtas (ondas milimétricas entre 30 GHz e 300 GHz) para redes 5G é o motivo pelo qual o 5G pode ser mais rápido. Este espectro 5G de banda alta fornece o aumento esperado não apenas em velocidade, mas também em capacidade, baixa latência e qualidade.

O que é baixa latência 5G?

A tecnologia 5G oferece uma taxa de latência extremamente baixa, o atraso entre o envio e o recebimento das informações. De 200 milissegundos para 4G, descemos para 1 milissegundo (1ms) com 5G.

Apenas pense nisso:

Um milissegundo é 1/1000 de um segundo.

O tempo médio de reação dos humanos a um estímulo visual é de 250 ms ou 1/4 de segundo. As pessoas têm um limite máximo de 190-200 ms com treinamento adequado.

Imagine agora que seu carro poderia reagir 250 vezes mais rápido do que você.

Imagine que ele também pudesse responder a centenas de informações recebidas e também comunicar suas reações a outros veículos e sinais de trânsito, tudo em milissegundos.

A 100km / h a distância de reação é de cerca de 30 metros antes de você pisar no freio. Com um tempo de reação de 1 ms, o carro teria rolado apenas um pouco mais de uma polegada (menos de 3 centímetros).

5G e IoT (Internet das Coisas) criam a combinação perfeita.

5G

5G x 4G qual é a diferença?

A principal evolução em comparação com o 4G e o 4.5G de hoje (também conhecido 4G +) é que, além das melhorias na velocidade de dados, novos casos de uso de IoT (Internet das Coisas) e comunicação crítica exigirão um novo nível de desempenho aprimorado.

  • Por exemplo, a baixa latência fornece interatividade em tempo real para serviços que usam a nuvem: isso é a chave para o sucesso de carros autônomos, por exemplo.  
  • 5G x 4G também significa pelo menos x100 dispositivos conectados. 5G deve ser capaz de suportar 1 km quadrado.
  • Além disso, o baixo consumo de energia é o que permite que os objetos conectados funcionem por meses ou anos sem a necessidade de assistência humana.

As redes 5G serão projetadas para trazer o nível de desempenho necessário para IoT (Internet das Coisas) de forma massiva.

5G

A evolução das Redes

A tecnologia que torna possível a comunicação móvel foi sendo propagada através de diferentes gerações.
Resumidamente assim:

  • 1G (1983): Permitiu fazer chamadas de um telefone móvel para outro.
  • 2G (1991): Permitiu enviar mensagens SMS.
  • 3G (1998): Permitiu navegar na Internet.
  • 4G (2008): Permitiu enviar vídeos.
  • 5G (2021): Permitirá a Internet das Coisas e enviar vídeos em HD.
5G

A tecnologia 5G será segura?

As redes 4G usam o aplicativo USIM para executar autenticação mútua forte entre o usuário e seu dispositivo conectado e as redes.

A entidade que hospeda o aplicativo USIM pode ser um cartão SIM removível ou um chip UICC integrado, as soluções de segurança já são uma mistura de segurança na extremidade (dispositivo) e segurança no núcleo (rede).

O padrão para autenticação mútua forte para redes 5G foi finalizado em 2018.

A necessidade de segurança, privacidade e confiança 5G será tão forte quanto para 4G, se não mais forte, com o aumento do impacto dos serviços de IoT (Internet das Coisas).

Novas oportunidades de negócios impulsionam os requisitos de segurança de dados em movimento para incluir transparência de rede, baixa latência, largura de banda de alto nível, consistência na entrega e interoperabilidade completa. Segurança, desempenho, interoperabilidade e conformidade auditável são apenas alguns dos desafios 5G que requerem atenção imediata. 

Falamos muito sobre a IoT (Internet das Coisas), você sabe o que é a IoT? Temos um post explicando sobre!

Você conhece a história da inteligência artificial?

Compartilhe nas redes sociais:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Posts Relacionados:

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência, ao continuar você aceita nossa política de privacidade.