Segurança cibernética: 6 principais ameaças

Os golpes de phishing são uma das ameaças à segurança cibernética, que normalmente empregam engenharia social para roubar credenciais do usuário para ataques locais e ataques de serviços em nuvem.

Compartilhe nas redes sociais:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Os golpes de phishing são uma das ameaças à segurança cibernética, que normalmente empregam engenharia social para roubar credenciais do usuário para ataques locais e ataques de serviços em nuvem.

Você sabia que 78% dos incidentes de espionagem cibernética em 2019 estavam relacionados a phishing? Esse número  aumentou ainda mais em 2020 por conta da pandemia do Covid-19, de acordo com dados do relatório Atividade Criminosa Online no Brasil divulgado pela Axur, fraudes que capturam informações pessoais, como senhas, dados de cartão de crédito, CPF e número de contas bancárias – aumentou 24,23% em relação ao último trimestre de 2019 no Brasil.

Com as tentativas de phishing sendo lançadas por meio de aplicativos em nuvem, em vez de e-mails tradicionais, a confiança implícita que os usuários têm em seus ambientes de nuvem de trabalho os deixará inadvertidamente mais vulneráveis ??às táticas de phishing.

Segurança cibernética

Ataques de ransomware sofisticados e direcionados

Os ataques de ransomware têm sido uma grande preocupação para as empresas nos últimos anos. A razão pela qual o ransomware persiste por tanto tempo é a relativa simplicidade com que um invasor pode causar efeitos devastadores. Os kits de ransomware são muito baratos e estão disponíveis na dark web.

Segurança cibernética

Deepfakes

Um deepfake é o uso de aprendizado de máquina e inteligência artificial (IA) para manipular uma imagem ou vídeo existente de uma pessoa para retratar alguma atividade que não aconteceu de fato. Há muita especulação de que os deepfakes podem eventualmente surgir como uma grande ameaça à segurança cibernética, sendo usados ??para fins maliciosos.

Baixe nosso novo e-book Grátis!

Reduza Custos em Seu Negócio Utilizando Tecnologia!

Malware móvel

Com um número maior de usuários mudando gradualmente de seus sistemas operacionais de desktop para seus dispositivos móveis, a quantidade de dados de negócios armazenados nestes em dispositivos móveis está aumentando a cada dia. Malware móvel é um software malicioso projetado para visar especificamente sistemas operacionais de telefones celulares. À medida que cada vez mais tarefas críticas e confidenciais são realizadas em smartphones, é apenas uma questão de tempo até que o malware móvel apareça como uma das preocupações de segurança cibernética mais proeminentes.

Segurança cibernética

Vulnerabilidades de segurança 5G para Wi-Fi

A necessidade de as empresas encontrarem novas maneiras de aprimorar a segurança nunca foi tão grande devido à lacuna de habilidades em segurança cibernética e à sofisticação cada vez maior dos ataques cibernéticos. Os invasores sem dúvida encontrarão novas vulnerabilidades na transferência de 5G para Wi-Fi. Com as redes 5G crescendo rapidamente, as operadoras sem fio estão transferindo mais chamadas e dados para redes Wi-Fi em uma tentativa de economizar largura de banda. As vulnerabilidades de softwares neste processo de transferência fornecem uma oportunidade para os hackers comprometerem a segurança.

Com a implantação do 5G em áreas públicas, como aeroportos, shopping centers e hotéis, as informações de voz e dados dos usuários em seus aparelhos celulares são comunicadas por meio de pontos de acesso Wi-Fi. Embora os dispositivos móveis possuam inteligência integrada para alternar silenciosa e automaticamente entre redes de celular e Wi-Fi, os pesquisadores de segurança já identificaram uma série de vulnerabilidades neste processo de transferência. É muito provável que novas vulnerabilidades críticas de segurança 5G para Wi-Fi sejam expostas.

Segurança cibernética

Ameaças internas

Muitas violações envolvem pessoas internas. As ameaças internas não envolvem apenas ataques maliciosos, mas também o uso negligente de sistemas e dados por colaboradores.

Para se proteger contra essas ameaças, as organizações precisam detectar, investigar e responder com rapidez e precisão aos problemas que podem ser indicadores de ataques internos. As ferramentas comuns de antivírus e antimalware geralmente são ineficazes contra essas ameaças. Colaboradores precisam ser treinados para que usem o sistema e sua estação de trabalho de forma correta.

Segurança cibernética

Vulnerabilidades e violações da interface de programação de aplicativos (API)

Um estudo recente da Imperva indica que a prontidão de segurança da interface de programação de aplicativos (API) normalmente fica atrás da segurança de aplicativos da web na maioria das organizações hoje. Além disso, mais de dois terços das organizações prontamente disponibilizam APIs ao público para permitir que desenvolvedores e parceiros externos acessem seus ecossistemas de aplicativos e plataformas de software.

Conforme a dependência de APIs aumenta, as violações baseadas em API se tornarão mais proeminentes. Isso irá desencadear impactos adversos em aplicativos de alto perfil em processos financeiros, mensagens, ponto a ponto e mídia social. À medida que mais organizações continuam a adotar APIs para seus aplicativos, a segurança de API será exposta como o elo mais fraco, o que pode levar a ameaças nativas da nuvem e colocar os dados do usuário e a privacidade em risco.

Segurança cibernética

Estratégias práticas para aumentar a segurança de TI:

  • Automatize o gerenciamento de patches e vulnerabilidades para manter seus sistemas atualizados e protegidos contra ameaças cibernéticas em potencial
  • Faça backup de seus sistemas e dados de aplicativos SaaS para garantir uma recuperação rápida e eficiente de ransomware e outros ataques
  • Implante soluções de antivírus e antimalware avançadas que fornecem detecção e resposta de endpoint (EDR) e mantêm seus sistemas seguros
  • Certifique-se de que qualquer laptop ou dispositivo que saia do escritório tenha um conjunto completo de serviços de segurança, incluindo firewall local, proteção avançada contra malware, filtragem de DNS, criptografia de disco e autenticação multifator, entre outras proteções.
  • Tenha um plano de resposta a incidentes. Caso ocorra uma violação de segurança, você precisa de um plano de ação robusto para lidar de forma eficiente com a violação e colocar sua empresa de volta no eixo com o mínimo de danos e o mais rápido possível. O plano deve incluir uma estratégia de comunicação para as partes interessadas internas e externas, incluindo clientes e outros. Quanto mais você se preparar com antecedência, mais bem equipado estará para lidar com uma crise.

Você precisa de um direcionamento para colocar sua empresa em segurança?

Fale com nossos consultores e proteja o que mais importa dentro da sua empresa! Suas informações!

Não deixe de aproveitar e siga nossas redes sociais, lá temos muitas outras dicas para te ajudar!  

Compartilhe nas redes sociais:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Posts Relacionados:

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência, ao continuar você aceita nossa política de privacidade.